sábado, 9 de novembro de 2013

XP x 8

Malwares são seis vezes mais frequentes no Windows XP do que no Windows 8

Por Flávio Croffi | em 29/Out/13 | Segurança Windows
A Microsoft lançou um novo relatório Microsoft Security Intelligence Report o qual sugere que malwares são seis vezes mais frequentes no Windows XP do que no Windows 8. Aparentemente a empresa emite o aviso para aproveitar e avisar os usuários sobre a atualização para o novo sistema operacional, uma vez que o suporte ao Windows XP será encerrado em 8 de abril.
Malwares são seis vezes mais frequentes no Windows XP do que no Windows 8

Malwares são seis vezes mais frequentes no Windows XP do que no Windows 8

Windows XP conta com a maior taxa de infecção entre os sistemas mais atuais da Microsoft

O novo relatório trata da taxa de descobertas de malware entre os sistemas operacionais Windows suportados atualmente (Windows XP SP3, Windows Vista SP2, Windows 7 SP1 e Windows 8 RTM). Como você pode ver no gráfico acima, a taxa de encontro de malwares para Windows XP é realmente menor do que o Vista ou 7 e apenas alguns pontos percentuais a mais do que o Windows 8.

Já em relação à taxa de infecção desses malwares, a história é diferente. O Windows XP fica na liderança e computadores mais infectados. A cada 1.000 computadores ecaneados, 9,1 deles são limpos de infecções. Enquanto no Windows 7 a taxa é menor, 4,9, e o Windows 8 menor ainda, com 1,6.

Holly Stewart, gerente de Microsoft Malware Protection Center, disse ao site Neowin que o Windows XP está instalado em cerca de 21% de todos os computadores no mundo. Significa que 2 de cada 10 computadores contam com o sistema operacional. Em relação aos Estados Unidos, Stewart diz que cerca de 13% dos computadores nos países ainda usam o Windows XP.

Mesmo com o Google e Mozilla anunciando que vão continuar a oferecer suporte para o Chrome e Firefox no Windows XP, o executivo diz que as companhias de software podem continuar a oferecer suporte. Mas que o sistema operacional vai se manter vulnerável à ataques e malwares depois de 8 de abril.

Versão sem suporte tem taxa de infecção 66% maior

Stewart disse também que os PCs que rodam o Windows XP SP2, que não tem mais suporte, têm uma taxa de infecção de malware que é 66% maior do que o Windows XP SP3.
Malwares são seis vezes mais frequentes no Windows XP do que no Windows 8

Malwares são seis vezes mais frequentes no Windows XP do que no Windows 8

Levando isso em conta, a atualização para um novo sistema operacional não é questão apenas de estética ou modernidade. Mas também segurança.

Se for atualizar o sistema, porém, fique esperto com a pirataria que corre solta na web. Além disso, há muita gente que vende chaves supostamente originais do Windows 8 e Windows 8.1. Mas que na verdade não passam de uma descarada enganação.

Baboo

Nenhum comentário: