domingo, 15 de setembro de 2013

Hackers e Síria

Fique ligado: hackers usam conflito na Síria como isca para golpes

Da Redação Siga @ 13 de setembro de 2013 - 12h38

Segundo Symantec, cibercriminosos enviam spams por e-mail com supostas notícias inéditias sobre acontecimentos no país. O conflito na Síria virou uma isca para os hackers disseminarem ameaças virtuais na web, afirma a empresa de segurança Symantec. Além de ganhos financeiros, os ataques também visam ter acesso a informações sigilosas dos usuários.

Segundo a companhia, os cibercriminosos enviam spams com supostas notícias inéditas sobre o conflito no país, além de enviar mensagens em nome da Cruz Vermelha. Vale notar que, de acordo com a Symantec, os hackers utilizam conteúdo de sites de renome, como o Washing Post, para atestar uma suposta veracidade dessas mensagens.

Os e-mails maliciosos trazem links que instalam Cavalos de Troia nas máquinas caso sejam clicados. O malware permite roubo de senhas e dados confidenciais dos usuários.

A Symantec recomenda que os usuários instalem programas de segurança originais e sigam as seguintes dicas:

1. Busque notícias apenas de sites de confiança e renome;
2. Desconfie de informações inéditas ou bombásticas que chegam por meio de SPAM por e-mail, SMS e redes sociais;
3. Não abra documentos anexados oriundos de remetentes desconhecidos ou com extensões estranhas;
4. Nunca clique em links estranhos tanto pelo computador quanto pelo smartphone ou tablets
5. Evite colocar qualquer informação pessoal em pop-ups



IDG

Nenhum comentário: