quarta-feira, 24 de julho de 2013

Super Heróis

Super heróis são utilizados por hackers para infectar computadores

Por |                           
                                
Super heróis são utilizados por hackers para infectar computadores
Os hackers adotaram uma nova estratégia para infectar computadores. Estratégia essa que é no mínimo inusitada. Um estudo divulgado pela empresa de cibersegurança McAffe, realizado de acordo com as informações obtidas pelo software de segurança McAfee SiteAdvisor, indica que realizar pesquisas relacionadas a super heróis se tornou algo perigoso, principalmente quando se trata do Aquaman.

Heróis são usados para infectar computadores

A empresa testou pesquisas que normalmente seriam feitas pelos usuários, como “NOME DO HERÓI + online”, “NOME DO HERÓI + assistir”, “NOME DO HERÓI + trailer gratuito” e “imagens do NOME DO HERÓI + downloads” e constatou que os resultados exibiam páginas com pishing, spyware, spam, adware, vírus e outros tipos de ameaças cibernéticas.
O super herói da DC Comics Aquaman teve a maior porcentagem de resultados infectados, com o índice de 18,60%. Logo abaixo está o Sr. Fantástico, que pertence a Marvel Comics, com 18,22%. Fecha o pódio um dos mais famosos da lista – e que atualmente é o apelido de um jogador de futebol brasileiro contestado por muitos – e que também é da Marvel: o Hulk, com 17,3%.
Outros doze ‘super contaminados heróis’ compõe o ranking: Mulher Maravilha (16,77%), Demolidor (16,7%), Homem de Ferro (15,63%), Super Homem (15,21%), Thor (15,1%), Lanterna Verde (15%), Ciclope (14,4%), Wolverine (14,27%), Mulher Invisível (12,4%), Batman (12,3%), Capitão América (11,77%) e Homem Aranha (11,15%). Para a McAffe, filmes lançados recentemente, como “Os Vingadores” e “O Homem de Ferro” tiveram forte influência nesse novo foco dos hackers.

Cibersegurança recebe mais atenção no Brasil

A segurança digital ganhou destaque ao redor do planeta após as denúncias de espionagem feitas pelo ex-assistente técnico da CIA, Edward Snowden. No Brasil, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, já garantiu que o Mercosul e a Unasul Vão investir mais na área, para “avançar na adoção de medidas que garantam a proteção adequada da comunicação”.

BABOO

Nenhum comentário: