quarta-feira, 13 de março de 2013

SenhaS

Como simplificar a segurança das senhas

Várias invasões de contas de e-mail de pessoas ou empresas conhecidas têm sido noticiadas ultimamente, como das celebridades Mila Kunis e Scarlett Johansson, de jornalistas da Wired e do The New York Times. Embora seja fácil pensar que isso não vai acontecer conosco, a verdade é que diariamente pessoas comuns têm suas contas invadidas e é por isso que a segurança das senhas é tão importante.

Um estudo recente constatou que as senhas mais frequentemente utilizadas pelas pessoas são “password” (“senha” em inglês), “123456” e “12345678”.1 Não é de admirar que os hackers estejam achando tão fácil entrar nas contas de e-mail! Até mesmo usuários que tentam criar senhas fortes costumam incorporar de alguma forma informações pessoais, como data de nascimento ou nome do animal de estimação, em suas senhas. Quando um hacker quer adivinhar uma senha, ele começa com informações fáceis ou óbvias sobre as quais pode descobrir sobre a pessoa. O hacker faz uma simples pesquisa on-line e, frequentemente, esses dados pessoais podem ser encontrados em registros on-line e sites de redes sociais.

Por isso é importante escolher senhas complicadas que não incluam informações pessoais. No entanto, é preciso lembrar que, mesmo escolhendo senhas difíceis, deve-se ter o cuidado de não reutilizá-las. O que acontece com a maioria das pessoas é que, provavelmente, elas têm dezenas de contas on-line e torna-se difícil lembrar os nomes de usuário e senhas de cada uma delas. Ao reutilizar as mesmas combinações de nome de usuário e senha, a pessoa se coloca em um risco ainda maior. Um cibercriminoso pode vir a obter acesso a várias das suas contas, possivelmente obtendo delas todas as informações necessárias para roubar a sua identidade.

Para tornar as senhas realmente seguras, é preciso que elas sejam difíceis de adivinhar e diferentes de uma conta para outra, mas ainda sejam fáceis para serem lembradas. Como fazer isso sem ter colados no computador e nos dispositivos bilhetes que podem ser facilmente lidos ou encontrados? Uma boa dica é usar um gerenciador de senhas que possa salvar todos os nomes de usuário e senhas em um local seguro. Essa ferramenta pode efetuar login nas contas e tudo o que a pessoa precisa fazer é lembrar uma única senha de acesso! Veja a seguir outras boas dicas para assegurar que as senhas sejam fortes e estejam protegidas:

Certificar-se de que as senhas tenham pelo menos oito caracteres e incluam números, letras e caracteres que não signifiquem nada;

Nunca incluir informações pessoais nas senhas, como data de aniversário ou o nome da escola ou universidade em que estuda;

Usar senhas diferentes para contas separadas, especialmente ao acessar o banco e outros sites importantes;

Mudar as senhas com frequência;

Considerar a utilização de um gerenciador de senhas como o McAfee SafeKey, que está incluído na solução McAfee All Access. Esse gerenciador permite simplificar e proteger a senha em todos os dispositivos, incluindo PCs, Macs, tablets e smartphones. Além disso, permite efetuar login nas contas com apenas um clique! Finalmente, lembrar-se de não compartilhar as senhas com ninguém. Ao seguir estas dicas, reduz-se muito as chances de as senhas serem comprometidas e aprimora a segurança on-line como um todo.

Dicas da McAfee

McAfee®

2 comentários:

Anônimo disse...

Não confio a ninguém um gerenciador de senha. É como colocar ouro no cofre... Se descoberto o segredo, estará "na roça". Talvez, seja melhor colocar as senhas debaixo do tapete... Hahahah...

THOR disse...

Concordo com você.