sábado, 1 de setembro de 2012

Baixaki=SD

Essa é quente:  Baixaki compra Superdownloads em operação sigilosa

Empresa curitibana NZN estima fechar 2012 com R$ 32 milhões de faturamento

O Superdownloads, primeiro portal do gênero lançado no Brasil, foi comprado nesta quinta-feira (30) pelo grupo curitibano NZN, detentor do site Baixaki. A transação, sigilosa, não teve detalhes revelados. “O contrato me impede de passar qualquer informação. O que posso dizer é que foi uma negociação grande para um site de conteúdo e grande para o nosso porte. A NZN nunca tinha comprado uma empresa”, afirma Gui Barthel, fundador do grupo curitibano.

O Superdownloads é o maior concorrente do Baixaki, líder em número de acessos em sua categoria. Ainda assim, a diferença é grande: segundo Barthel, o Superdownloads tem em média 5,7 milhões de usuários únicos ao mês. Já o Baixaki tem quase seis vezes mais – 33 milhões. De acordo com lista divulgada pelo Google em 2011, o Baixaki é o 201º endereço mais acessado do mundo. Em uma rede que conta com mais de 550 milhões de websites registrados, a colocação no ranking é positiva.

Mesmo sob nova direção, o Superdownloads não deve sofrer grandes alterações. “Vamos mudar alguns pontos da administração, integrar com a estrutura que já temos para reduzir os custos ao máximo”, afirma Barthel. “Mas, vamos manter o site como ele é, já que atinge um público diferente daquele do Baixaki. O que faremos será melhorar os conteúdos, disponibilizar novos downloads e tornar o portal ainda melhor”, complementa.

As empresas

O Superdownloads foi fundado em 1998 em São Paulo e foi pioneiro no gênero no país. Já o Baixaki foi o primeiro site do grupo NZN e surgiu no ano 2000. Até 2005, o Superdownloads era líder em número de acessos, quando foi passado pelo Baixaki. Juntas, as duas empresas têm agora 135 funcionários, 35 deles funcionários do Superdownloads.

O grupo NZN possui outros cinco portais. A estimativa do fundador é fechar 2012 com R$ 32 milhões de faturamento. O Baixaki equivale a 65% do valor, correspondendo a uma fatia de cerca de R$ 20,8 milhões. “Isso sem contar o Superdownloads. Ainda não fizemos estas projeções”, afirma Barthel.

"São os dois melhores sites brasileiros para downloads."

 Gazeta

Baixaki - Downloads e Jogos

Nenhum comentário: