sábado, 30 de julho de 2011

Restaurando WIN

Quando você instala algum programa que não funcionou como esperado e passou a causar outros problemas no computador, ou alterou alguma configuração que afetou o sistema negativamente, a solução pode ser utilizar a ferramenta de Restauração do Sistema do Windows.

Esse processo é muito simples e praticamente igual no Windows 7, Vista e XP.
O primeiro passo é clicar no botão Iniciar, depois em Todos os Programas, seguido de Acessórios e Ferramentas do Sistema. Ali você deve clicar em Restauração do Sistema.
Na tela seguinte, clique em Avançar. Agora surgirá uma lista com as datas e as modificações que podem ter danificado o sistema. Escolha algum item dessa lista e clique em Avançar. Se tudo estiver certo, na próxima etapa você poderá clicar no botão Concluir e iniciar a restauração.
Esse passo a passo foi baseado no Windows 7, mas seguindo-o, você deve conseguir realizar o processo. fera

Novas dicas...

...com 15 antigos conselhos de navegação pela internet.
Isto é para evitar que seu pc seja surpreendido por terceiros.

... ou seja vasculhado pelos "hackers"


... ou até mesmo fique doente e precise de médico


1 - Saia usando Logout, Sair ou equivalente e evite fechar a página pelo x.
2 - Crie senhas difíceis de serem descobertas
3 - Mude a sua senha periodicamente
4 - Use navegadores atuais e famosos, como IE , Firefox e Google Chrome.
5 - Cuidado com downloads
6 - Atente-se ao usar Windows Live Messenger, Google Talk, AIM, Yahoo! Messenger, entre outros.
7 - Cuidado com e-mails falsos
8 - Evite sites de conteúdo duvidoso
9 - Cuidado com anexos de e-mail
10 – Veja de vez em quando se seu antivírus está sendo atualizado automaticamente.
11 - Cuidado ao fazer compras na internet ou usar sites de bancos.
12 - Atualize seu sistema operacional.
 13 - Não responda a ameaças, provocações ou intimidações pela internet, pode ser uma isca para você clicar em algo.
14 - Não revele informações importantes sobre você pela web, em sites de bate-papo (chat), no orkut, no Twitter ou em qualquer serviço onde um desconhecido pode acessar suas informações. 
15 - Cuidado ao fazer cadastros em sites desconhecidos.


Agora sim seu pc, estar em segurança

Boa sorte.

Problemas no PC

Muitos problemas são resolvidos fazendo uma restauração do sistema.

A Restauração do Sistema o ajuda a restaurar arquivos do sistema do computador para um ponto anterior no tempo. É uma forma de desfazer alterações do sistema no computador sem afetar os arquivos pessoais, como email, documentos ou fotos.
Às vezes, a instalação de um programa ou driver pode causar uma alteração inesperada no computador ou fazer com que o Windows se comporte de modo imprevisível. Geralmente, a desinstalação do programa ou driver corrige o problema. Se a desinstalação não corrigir o problema, você pode tentar restaurar o sistema do computador para uma data anterior, quando tudo funcionava corretamente.
A Restauração do Sistema usa um recurso chamado Proteção do Sistema para criar e salvar regularmente pontos de restauração no computador. Esses pontos de restauração contêm informações sobre as configurações do Registro e outras informações do sistema que o Windows usa. Também é possível criar pontos de restauração manualmente.
A Restauração do Sistema não é destinada a fazer backup de arquivos pessoais, portanto, ela não pode ajudá-lo a recuperar um arquivo pessoal que foi excluído ou danificado. Você deve fazer backup regularmente dos seus arquivos pessoais e dos dados importantes com um programa de backup.
Para abrir Restauração do Sistema, clique no botão Iniciar, em Todos os Programas, em Acessórios, em Ferramentas do Sistema e, depois, em Restauração do Sistema.‌ É necessário ter permissão do administrador Se você for solicitado a informar uma senha de administrador ou sua confirmação, digite a senha ou forneça a confirmação.

Quinze sugestões para acessar a net com segurança.
1 - Saia usando Logout, Sair ou equivalente e evite fechar a página pelo x.

2 - Crie senhas difíceis de serem descobertas
3 - Mude a sua senha periodicamente
4 - Use navegadores atuais e famosos, como IE , Firefox e Google Chrome.
5 - Cuidado com downloads
6 - Atente-se ao usar Windows Live Messenger, Google Talk, AIM, Yahoo! Messenger, entre outros.
7 - Cuidado com e-mails falsos
8 - Evite sites de conteúdo duvidoso
9 - Cuidado com anexos de e-mail
10 – Veja de vez em quando se seu antivírus está sendo atualizado automaticamente.
11 - Cuidado ao fazer compras na internet ou usar sites de bancos.
12 - Atualize seu sistema operacional.
 13 - Não responda a ameaças, provocações ou intimidações pela internet, pode ser uma isca para você clicar em algo.
14 - Não revele informações importantes sobre você pela web, em sites de bate-papo (chat), no orkut, no Twitter ou em qualquer serviço onde um desconhecido pode acessar suas informações. 
15 - Cuidado ao fazer cadastros em sites desconhecidos.

Sugiro que use uma ferramenta internet security integrada, com antivírus, firewall etc, ao mesmo tempo, pois acredito que seja mais seguro para seu PC.

#Para quem não quer gastar dinheiro, e acho que nem precisa tanto, use um programa quase perfeito, use o CIS. Comodo Internet Security 2011

#Se você tem grana e quer mais segurança, use a marca russa super-premiada, que vai deixar seu PC com uma ótima segurança, ao lado da suíte paga do NIS 2011, são os meus preferidos.
Kaspersky Internet Security 2011

#Considero o Norton mais leve que o Kaspersky e com mesmo nível de segurança
Norton Internet Security 2011
  
#Programas para realização de scaneamentos, de preferencia semanais e manuais.
Malwarebytes Free
Superantispyware clique em “download Free”
Kaspersky TDSSKiller v2.5.9.0
Hitman Pro (Programa Pago com tecnologia das nuvens)
Ccleaner faz uma faxina no seu pc

Informações úteis de como usar o internet banking com mais segurança

Recomendações para compras em sites pela internet

O site é confiável?

Como posso saber se o site (de compras) que estou acessando não foi falsificado?

Existem alguns cuidados que um usuário deve ter para certificar-se que um site não foi falsificado.
O primeiro cuidado é checar se o endereço digitado permanece inalterado no momento em que o conteúdo do site é apresentado no browser do usuário. Existem algumas situações, onde o acesso a um site pode ser redirecionado para uma página falsificada, mas normalmente nestes casos o endereço apresentado pelo browser é diferente daquele que o usuário quer realmente acessar.
E um outro cuidado muito importante é verificar as informações contidas no certificado emitido para a instituição que mantém o site. Estas informações podem dizer se o certificado é ou não legítimo e, conseqüentemente, se o site é ou não falsificado.

Como posso saber se o certificado emitido para o site é legítimo?

É extremamente importante que o usuário verifique algumas informações contidas no certificado. Um exemplo de um certificado, emitido para um site de uma instituição é mostrado abaixo.
This Certificate belongs to:   This Certificate was issued by:
 www.example.org                www.examplesign.com/CPS Incorp.by Ref.
 Terms of use at                LIABILITY LTD.(c)97 ExampleSign
 www.examplesign.com/dir (c)00  ExampleSign International Server CA -
 UF Tecno                       Class 3
 Example Associados, Inc.       ExampleSign, Inc.
 Cidade, Estado, BR

Serial Number:
  70:DE:ED:0A:05:20:9C:3D:A0:A2:51:AA:CA:81:95:1A
This Certificate is valid from Sat Aug 20, 2005 to Sun
Aug 20, 2006
Certificate Fingerprint:
  92:48:09:A1:70:7A:AF:E1:30:55:EC:15:A3:0C:09:F0
O usuário deve, então, verificar se o certificado foi emitido para o site da instituição que ele deseja acessar. As seguintes informações devem ser checadas:
  • o endereço do site;
  • o nome da instituição (dona do certificado);
  • o prazo de validade do certificado.
Ao entrar pela primeira vez em um site que usa conexão segura, seu browser apresentará uma janela pedindo para confirmar o recebimento de um novo certificado. Então, verifique se os dados do certificado correspondem à instituição que você realmente deseja acessar e se seu browserreconheceu a Autoridade Certificadora que emitiu o certificado3.
Se ao entrar em um site com conexão segura, que você utilize com freqüência, seu browser apresentar uma janela pedindo para confirmar o recebimento de um novo certificado, fique atento. Uma situação possível seria que a validade do certificado do site tenha vencido, ou o certificado tenha sido revogado por outros motivos, e um novo certificado foi emitido para o site. Mas isto também pode significar que você está recebendo um certificado ilegítimo e, portanto, estará acessando um site falsificado.
Uma dica para reconhecer esta situação é que as informações contidas no certificado normalmente não corresponderão às da instituição que você realmente deseja acessar. Além disso, seu browser possivelmente informará que a Autoridade Certificadora que emitiu o certificado para o site não pôde ser reconhecida.
De qualquer modo, caso você receba um novo certificado ao acessar um site e tenha alguma dúvida ou desconfiança, não envie qualquer informação para o site antes de entrar em contato com a instituição que o mantém, para esclarecer o ocorrido.

Veja alguns nomes de sites confiáveis para você efetuar sua compra

domingo, 24 de julho de 2011

Como usar HB

Seis dicas para usar o home banking com segurança

Acessar o banco pela internet é pratico, mas tenha cuidado: há criminosos esperando apenas um descuido seu para colocar as mãos em seu dinheiro.

Um dos golpes mais populares na internet são os e-mails de “phishing” que alegam que um banco está “recadastrando contas” ou fazendo uma “atualização de segurança” , e que tentam convencer o usuário a visitar um site (que parece o site do banco, mas é comandado por criminosos) para “confirmar seus dados pessoais”, incluindo aí o número da conta, agência, senha...

Não precisamos dizer que quem cai nessa história tem prontamente todo o dinheiro em sua conta roubado, e ainda corre o risco de ter que arcar com os custos de empréstimos feitos pelos falsários. Isso não significa que você deve evitar o home banking: não dá pra abrir mão desta comodidade com a correria da vida moderna. Basta seguir alguns cuidados básicos, como os que mostramos a seguir. Não garantimos que você ficará imune aos hackers, mas os riscos serão bem menores.

Leia também
» 10 passos para ficar seguro

1. Instale software de segurança: não dá pra frisar o quão importante é isso. Instale um pacote anti-vírus e anti-spyware, nem que seja um gratuito como o AVG Free ou o Microsoft Security Essentials, e o mantenha sempre atualizado. Um anti-vírus desatualizado é pior do que anti-vírus nenhum, pois dá uma falsa sensação de segurança.

2. Tenha cuidado com os e-mails: você recebeu uma mensagem do banco dizendo que é necessário algum tipo de recadastramento ou atualização, ou você perderá o acesso à sua conta. Em primeiro lugar, pare e pense: você tem conta no banco que supostamente mandou o e-mail? Não? Então vai atualizar o quê? Descarte a mensagem, pois é golpe.

Em segundo lugar, preste atenção: os golpistas costumam cometer erros grosseiros de português, que um banco de verdade nunca cometeria. Se a mensagem parece ter sido escrita por um repetente da 5ª série, desconsidere.

Em terceiro lugar, por mais legítima que a mensagem pareça, não clique em nenhum link. Mesmo um link que parece legítimo à primeira vista pode estar “armado” para levá-lo a uma página falsa que irá tentar roubar suas informações pessoais, isso se não infectar também seu computador com malware. Feche a mensagem, abra um navegador e digite manualmente o endereço do site de seu banco. Veja se a página fala sobre algum recadastramento, se ele for verdadeiro estará lá. Em caso de dúvidas, entre em contato com o atendimento ao cliente do banco.

3. Não continue na página se ela não for segura: antes de digitar seu nome de usuário e senha na página do banco, dê uma espiadinha no endereço. Ele deve começar com “https://” em vez de “http://”. O “s” extra indica uma conexão segura entre o site e seu navegador. Se a conexão não for segura, não prossiga. O Firefox e o Chrome dão uma forcinha, e destacam o começo do endereço em verde se estiver tudo OK.

4. Use uma senha forte: as melhores senhas tem pelo menos 8 caracteres e são uma combinação aleatória de letras (idealmente maiúsculas e minúsculas) e números, como “LVtkG70D”. “joao1234” ou “12senha3” não são combinações aleatórias, e são péssimas senhas pois são fáceis de adivinhar (assim como datas de aniversário). Se seu navegador se oferecer para guardar a senha, diga que não. Estas dicas servem não só para bancos, mas para qualquer site ou serviço na web.

E nem pense em usar a mesma senha do banco em qualquer outro site que você visita. Se você não quer ter o trabalho de criar senhas fortes e se lembrar delas, use um gerenciador de senhas como o LastPass, que é gratuito e funciona com qualquer navegador.

5. Evite computadores e redes públicas: não acesse o site de seu banco, de sua operadora de cartão de crédito ou mesmo uma loja virtual em um computador público, como uma Lan House, nem usando uma conexão Wi-Fi “gratuita” em um shopping ou restaurante. Você nunca sabe o que pode ter sido instalado no computador (há programas chamados keyloggers, que capturam tudo o que é digitado e enviam a informação para um criminoso) ou se há alguma “escuta” na conexão.

6. Proteja informações confidenciais: se você guarda recibos de banco ou formulários de imposto de renda no computador, encontre uma forma de criptografá-los. Assim, mesmo que seu computador cair em mãos erradas eles estarão a salvo de bisbilhoteiros. Uma alternativa é guardar estes arquivos em um pendrive ou HD externo com criptografia e um leitor de impressões digitais integrado. Assim, só você terá acesso a eles.
PCWorld EUA / PCWorld Brasil