quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Backdoor

Normalmente um atacante procura garantir uma forma de retornar a um computador comprometido, sem precisar recorrer aos métodos utilizados na realização da invasão. Na maioria dos casos, também é intenção do atacante poder retornar ao computador comprometido sem ser notado.

A esses programas que permitem o retorno de um invasor a um computador comprometido, utilizando serviços criados ou modificados para este fim, dá-se o nome de backdoor.

Veja essas perguntas:
Como é feita a inclusão de um backdoor em um computador?
A forma usual de inclusão de um backdoor consiste na disponibilização de um novo serviço ou substituição de um determinado serviço por uma versão alterada, normalmente possuindo recursos que permitam acesso remoto (através da Internet). Pode ser incluído por um invasor ou através de um cavalo de tróia.

Uma outra forma é a instalação de pacotes de software, tais como o BackOrifice e NetBus, da plataforma Windows, utilizados para administração remota. Se mal configurados ou utilizados sem o consentimento do usuário, podem ser classificados como backdoors.

A existência de um backdoor depende necessariamente de uma invasão?

Não. Alguns dos casos onde a existência de um backdoor não está associada a uma invasão são:

• instalação através de um cavalo de tróia.
• inclusão como conseqüência da instalação e má configuração de um programa de administração remota; 

Alguns fabricantes incluem/incluíam backdoors em seus produtos (softwares, sistemas operacionais), alegando necessidades administrativas. É importante ressaltar que estes casos constituem uma séria ameaça à segurança de um computador que contenha um destes produtos instalados, mesmo que backdoors sejam incluídos por fabricantes conhecidos.

Backdoors são restritos a um sistema operacional específico?

Não. Backdoors podem ser incluídos em computadores executando diversos sistemas operacionais, tais como Windows (por exemplo, 95/98, NT, 2000, XP), Unix (por exemplo, Linux, Solaris, FreeBSD, OpenBSD, AIX), Mac OS, entre outros.

Existe alguma maneira de proteger um computador de backdoors?

Embora os programas antivírus não sejam capazes de descobrir backdoors em um computador, as medidas preventivas contra a infecção por vírus são válidas para se evitar algumas formas de instalação de backdoors.

A idéia é que você não execute programas de procedência duvidosa ou desconhecida, sejam eles recebidos por e-mail, sejam obtidos na Internet. A execução de tais programas pode resultar na instalação de um backdoor.

Caso você utilize algum programa de administração remota, certifique-se de que ele esteja bem configurado, de modo a evitar que seja utilizado como um backdoor.

Uma outra medida preventiva consiste na utilização de um firewall pessoal5. Apesar de não eliminarem os backdoors, se bem configurados, podem ser úteis para amenizar o problema, pois podem barrar as conexões entre os invasores e os backdoors instalados em um computador.

Também é importante visitar constantemente os sites dos fabricantes de softwares e verificar a existência de novas versões ou patches para o sistema operacional ou softwares instalados em seu computador.

Existem casos onde a disponibilização de uma nova versão ou de um patch está associada à descoberta de uma vulnerabilidade em um software, que permite a um atacante ter acesso remoto a um computador, de maneira similar ao acesso aos backdoors.



Por isso não perca tempo comodo neles.

Nenhum comentário: