domingo, 2 de agosto de 2009

Rootkits como agem

Os rootkits são um conjunto de programas utilizados por crackers para ocultar arquivos maliciosos. Tecnicamente, é possível afirmar que o rootkit é uma evolução dos cavalos-de-tróia, malwares desenvolvidos para ganhar acesso de um computador.

Contudo, a característica principal desta ferramenta é o fato de serem capazes de fugirem da identificação. Para tal, ela se instala principalmente no modo kernel (o núcleo do sistema operacional), onde encontra maior capacidade de se esconder. “Mais próximo ao sistema operacional, ele está mais protegido”, explica o engenheiro de sistemas da Symantec, André Carrareto.

Os rootkits também podem se instalar no modo usuário, apesar deste comportamento ser mais incomum, pois este local o torna mais frágil. Ali, ele pode interceptar chamadas da API (interface para programação de aplicativos) e modifica seus registros.

Por isso veja se seu antivirus detecta os rootkits, caso contrário instale um anti-rootikit.
Eu sei que o avast tem um boa proteção para isso, quando vc faz um scaneamento no boot.

Nenhum comentário: